Quarta, 13 de setembro de 2017, 14h19
Tamanho do texto A- A+


Esportes / China

Técnico acusa time de Felipão de tramar acidentes de carro

Ele e um dirigente da equipe acusaram o Guangzhou Evergrande, clube dirigido pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, de ter forjado acidentes de trânsito antes da partida para atrapalhar a chegada do ônibus do adversário ao estádio



A eletrizante vitória do Shanghai SIPG sobre o Guangzhou Evergrande nas quartas de final da Liga dos Campões da Ásia foi acompanhada de uma declaração bastante controversa do treinador do time vencedor, o português André Villas-Boas, após a partida da última terça-feira.

 

Ele e um dirigente da equipe acusaram o Guangzhou Evergrande, clube dirigido pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, de ter forjado acidentes de trânsito antes da partida para atrapalhar a chegada do ônibus do adversário ao estádio.

 

“Viajamos de ônibus para o jogo e, durante o percurso, dois carros se envolveram em três acidentes diferentes bem à nossa frente. Este é o problema. Este clube pode fazer tudo, podem causar acidentes na nossa frente, dar cotoveladas em Elkeson e não ser suspenso… mas ainda assim ganhamos”, atacou Villas-Boas, em entrevista à agência Reuters que repercutiu em diversos jornais, especialmente na Inglaterra – onde tanto o português quanto Felipão trabalharam como técnicos do Chelsea.

 

A eletrizante vitória do Shanghai SIPG sobre o Guangzhou Evergrande nas quartas de final da Liga dos Campões da Ásia foi acompanhada de uma declaração bastante controversa do treinador do time vencedor, o português André Villas-Boas, após a partida da última terça-feira.

 

Ele e um dirigente da equipe acusaram o Guangzhou Evergrande, clube dirigido pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, de ter forjado acidentes de trânsito antes da partida para atrapalhar a chegada do ônibus do adversário ao estádio.

 

“Viajamos de ônibus para o jogo e, durante o percurso, dois carros se envolveram em três acidentes diferentes bem à nossa frente. Este é o problema. Este clube pode fazer tudo, podem causar acidentes na nossa frente, dar cotoveladas em Elkeson e não ser suspenso… mas ainda assim ganhamos”, atacou Villas-Boas, em entrevista à agência Reuters que repercutiu em diversos jornais, especialmente na Inglaterra – onde tanto o português quanto Felipão trabalharam como técnicos do Chelsea.

 

A assessoria de Felipão negou veementemente a acusação e disse que os fatos foram “criados por tabloides ingleses”. Em campo, Shangai SIPG e Guanghzou Evergrande protagonizaram um jogo épico: após perder o jogo de ida por 4 a 0, o time de Felipão conseguiu devolver o resultado no tempo normal, com gols dos brasileiros Alan e Ricardo Goulart.

 

Após empate em 1 a 1 na prorrogação, com direito a golaço de falta de Hulk, do Shangai, o time dirigido por Villas-Boas venceu nos pênaltis, após erro de Ricardo Goulart. Na semifinal, o Shangai SIPG, que conta ainda com o brasileiro Oscar, enfrentará o Urawa Reds, do Japão.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados